slider

O que ela cresceu

Passei uns dias fora, sem acesso a coisa nenhuma. Sem telefone, TV ou internet. Apenas uma cona e uma cabana. A Madalena é filha de velhos amigos meus. Trabalho com o pai e, de vez em quando, papo a mãe, mas nunca me tinha passado pela cabeça comer esta moça de 25 anos...

A coisa começou com uma foto e uma troca de mensagens:


- Gostas da camisa?
- É... é... enfim... é gira. Porquê?
- É do meu pai. E gostas do sutiã? É da minha mãe.

Em breve, conto-vos tudo, mas agora tenho que dar descanso ao caralho.
  1. É como que diz..trabalhas com o pai, espírito santo à mãe. Fica tudo em casa :)! Muito bom.

    Bjos

    ResponderEliminar
  2. agora percebo porque é que ela diz tanto "ó meu deus" quando estou a martelá-la

    ResponderEliminar
  3. Olha que se calhar a mãe é melhor que a filha. O soutien é muito moderno, lool

    Foco esperando pela próxima sessão :-)

    Bjocas

    ResponderEliminar
  4. a mãe faz o melhor broche do século. a filha tem, até ver, a melhor cona do verão 2017

    ResponderEliminar
  5. Sem dúvida que esta menina promete dar para umas brincadeiras bem interessantes...

    ResponderEliminar
  6. como sabes, a brincar a brincar, foi o macaco à mãe. neste caso, foi à mãe e à filha

    ResponderEliminar
  7. Cê deve ser muito bonito mesmo ou onde cê mora só tem gay!

    ResponderEliminar
  8. também posso ser rico chocolícia. ou ter um caralho do caralho...

    ResponderEliminar

Back to Top